top of page

Destek Grubu

Herkese Açık·18 üye
Curtis Owens
Curtis Owens

Aurélio Século XXI: O Dicionário da Língua Portuguesa


AurÃlio SÃculo XXI: O DicionÃrio da LÃngua Portuguesa




AurÃlio SÃculo XXI Ã um dicionÃrio da lÃngua portuguesa publicado pela Editora Nova Fronteira em 1999. Ã a terceira ediÃÃo do dicionÃrio AurÃlio, criado pelo lexicÃgrafo AurÃlio Buarque de Holanda Ferreira.




DICIONARIO AURELIO SEC XXI Download Pc



Este dicionÃrio contÃm mais de 435 mil verbetes, locuÃões e definiÃões, abrangendo o vocabulÃrio do português falado no Brasil e em Portugal. AlÃm disso, oferece acesso a mais de 1 milhÃo de palavras, incluindo termos tÃcnicos, cientÃficos, regionais e estrangeirismos. TambÃm apresenta 110 registros etimolÃgicos, indicando a origem e a evoluÃÃo das palavras, e a pronúncia dos estrangeirismos mais comuns.


AurÃlio SÃculo XXI à uma obra de referência indispensÃvel para estudantes, professores, escritores e leitores em geral que buscam conhecer e enriquecer o seu idioma.


Fontes: [^1^] [^2^] [^3^]AurÃlio Buarque de Holanda Ferreira foi um lexicÃgrafo, filÃlogo, tradutor e escritor brasileiro, conhecido por editar o Novo DicionÃrio da LÃngua Portuguesa, um dos principais dicionÃrios da lÃngua portuguesa. Seu sobrenome originalmente era escrito Hollanda, mas foi mudado para Holanda, provavelmente para seguir a reforma ortogrÃfica de 1943.


AurÃlio nasceu em Passo de Camaragibe, Alagoas, Brasil. Em 1923 mudou-se para a capital do estado, MaceiÃ, onde, aos 14 anos de idade, dava aulas particulares de lÃngua portuguesa. Um ano depois tornou-se professor do curso primÃrio do GinÃsio Primeiro de MarÃo. Em 1936 formou-se em direito pela Faculdade de Direito do Recife, em Pernambuco, e nesse mesmo ano comeÃou a lecionar francês e gramÃtica portuguesa, alÃm de literatura brasileira e portuguesa, no ColÃgio Estadual de Alagoas, em MaceiÃ. Em 1937-1938 tambÃm foi diretor da Biblioteca Pública Municipal de MaceiÃ.


Em 1938 mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde ensinou literatura brasileira e portuguesa em escolas secundÃrias de elite, como o ColÃgio Pedro II e o ColÃgio Anglo-Americano. Foi no Rio que iniciou sua carreira como escritor, publicando artigos, contos e crÃnicas na imprensa local. Entre 1939 e 1943 foi secretÃrio da Revista do Brasil. AurÃlio iniciou sua carreira como lexicÃgrafo em 1941, como colaborador do Pequeno DicionÃrio da LÃngua Portuguesa. Em 1942 publicou um livro de contos, Dois Mundos, que lhe valeu um prêmio da prestigiosa Academia Brasileira de Letras. Em 1943 colaborou com o DicionÃrio EnciclopÃdico patrocinado pelo Instituto Nacional do Livro. Em 1945 publicou o ensaio Linguagem e Estilo de EÃa de QueirÃs. Nesse ano participou do Primeiro Congresso Brasileiro de Escritores em SÃo Paulo. Entre 1944 e 1949 foi membro da AssociaÃÃo Brasileira de Escritores (seÃÃo Rio de Janeiro). Em 1945 casou-se com Marina Baird, com quem teve dois filhos - AurÃlio e Maria LuÃsa - e cinco netos. Entre 1947 e 1960 escreveu textos para a seÃÃo Conto da Semana do jornal DiÃrio de NotÃcias. A partir de 1950 tambÃm escreveu a coluna EnriqueÃa o Seu VocabulÃrio para a ediÃÃo brasileira da revista Reader's Digest; essas colunas foram posteriormente publicadas como livro. Entre 1954 e 1955 lecionou estudos brasileiros na Universidad Nacional AutÃnoma de MÃxico, com uma bolsa do MinistÃrio das RelaÃões Exteriores do Brasil. Foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras em 4 de maio de 1961 e inaugurado em 18 de dezembro de 1961, ocupando a cadeira número 30, anteriormente de AntÃnio AustregÃsilo.


AurÃlio Buarque de Holanda Ferreira faleceu no Rio de Janeiro em 28 de fevereiro de 1989. Deixou como legado o seu famoso dicionÃrio AurÃlio, que continua sendo atualizado e revisado por sua filha Maria LuÃsa e sua neta Marina.


Fontes: [^1^] [^2^] [^3^] e0e6b7cb5c


Hakkında

Gruba hoş geldiniz! Diğer üyelerle bağlantı kurabilir, günce...

Üye

bottom of page